Foto_3
"Martinho", foi o conto vencedor do VII Concurso Literário Conto Infantil de Cabeceiras de Basto. Um texto, de autoria de Flávio Miguel Fraga Silva, natural dos Açores e atualmente a viver na China, enquanto estudante de mandarim. Este texto foi distinguido por o júri ter reconhecido no enunciado um conjunto de características altamente meritórias, nomeadamente no que se refere à construção da intriga, à adequação da linguagem ao género literário em causa, à dimensão pedagógico-edificante da narrativa e à originalidade do enunciado (com recurso - surpreendente mas competente e muito eficaz - do relato em verso).

Em segundo lugar ficou "Uma amizade para a vida", um conto de autoria de Isabel Maria Ferreira Bóia, residente em Santa Maria da Feira, que igualmente articulou, de modo claro e competente, a função estritamente narrativa com uma interessante dimensão edificante e moralizadora.

O terceiro lugar foi atribuído ao conto "Fábula com fim incerto para um de dois moluscos terrestres", da autoria de Emma Carreira, natural da Batalha. O Júri teve sobretudo em atenção o facto de, em comparação com os restantes trabalhos não distinguidos, a autora revelar uma singular qualidade, sobretudo no que se refere à riqueza e à profundidade do discurso literário.

Aos três melhores trabalhos apresentados, corresponderam prémios monetários no valor de 500€, 300€ e 200€, atribuídos ao primeiro, segundo e terceiro classificados, respetivamente.

A realização do VII Concurso Literário Conto Infantil teve uma vez mais como objetivo divulgar e promover novos talentos literários, estimulando simultaneamente o gosto pela escrita e pela leitura como formas superiores de acesso à educação e à cultura.

Segundo o júri constituído para o efeito, os trabalhos vencedores foram reveladores de criatividade, imaginação, qualidade literária, organização, coerência, coesão de texto e obediência às características do género em questão, fazendo ainda alusão ao concelho de Cabeceiras de Basto.

{backbutton}