LOGO RBBB

Eventos

RBB nas Redes Sociais

facebook-logo twitter-logo delicious-logo youtube-logo

dragao

Duas maravilhosas histórias sobre coragem e amizade foram as propostas da Biblioteca Municipal para o projeto “Ler+ ajuda-te a crescer” durante o mês de novembro.

A primeira abordagem versou sobre uma obra de La Fontaine “A Raposa e as Uvas”. Nas fábulas de La Fontaine, os animais, que são protagonistas das histórias, ganham uma vida especial, similar à do ser humano. Nelas podemos retirar lições de vida. Conhecer o Mundo através das fábulas é a proposta de La Fontaine para esta história.

A segunda proposta do Ler+ ajuda-te a crescer” foi um livro da autoria de Peter Kavanagh que conta a história de um enorme dragão que raptou um ursinho a um pequeno Príncipe.

a avestruz

Durante o ultimo mês a atividade de leitura do “Ler+ ajuda-te a crescer” não parou e esteve em força em todos os Jardins-de-infância do Concelho. Foram quatro as histórias utilizadas, duas dedicadas ao outono e duas em que as personagens principais são os animais.


“O Rato Renato diz mentiras”, de Anna Casalis, conta-nos uma história muito comum que representa a realidade de muitas crianças, pais e educadores, em que um pequeno o rato inventa mentiras para não cumprir as tarefas do dia-a-dia. Numa outra abordagem, a obra “A avestruz aprende a ler”, de Karin Salmson valoriza a importância do ensino nas crianças desde a 1ª Infância. Nesta história a avestruz simplesmente não sabia ler e queria enfiar a cabeça na areia de tanta vergonha. Mas, os amigos, explicaram à avestruz que ninguém sabe fazer nada se não tiver aprendido primeiro...


Tendo o outono como pano de fundo, o projeto Ler+ ajuda-te a crescer levou ainda mais duas histórias aos Jardins-de-infância de Mondim de Basto. Na primeira, intitulada “Folhas e mais Folhas” os mais pequenos descobriram curiosos factos sobre a Natureza, como o crescimento das plantas e a sucessão das estações do ano. Ao mesmo tempo, aprenderam o significado de valores como a amizade, a entreajuda, a honestidade ou a partilha. Por fim, o livro “O Monte de Folhas” editado pela Verbo, Wiinie é a figura central que, juntamente com o Piglet, vão caminhando pelo Bosque e verificam que nesta estação as árvores perdem as folhas. Tirando partido da situação aproveitam o bom tempo para brincar com as folhas caídas e divertir-se. O Coelho é que preferia que o chão estivesse limpo e acha pouca graça à brincadeira…


Pais, boas leituras!
Fonte Wook.

DSC 0050 1

Foi inaugurada ontem, na Biblioteca Municipal, a exposição de grafonolas "A vida do som". Esta mostra estará patente até ao próximo dia 8 de novembro, no horário habitual da Biblioteca Municipal e é uma excelente oportunidade para conhecer uma pequena parte da História da Música, mais precisamente, da segunda metade do século XIX até à década de vinte do século passado. A coleção de grafonolas em exposição pertence a Joaquim Teixeira, nascido em Celeirós, Sabrosa, mas residente em Mondim de Basto há muitos anos. Uma oportunidade a não perder. A entrada é livre.

lermais

O livro escolhido na semana passada pela equipa do "Ler+ ajuda-te a crescer" foi um livro recomendado para o 2º ano de escolaridade, destinado a leitura autónoma.
"O sol quentinho" é um bem essencial para viver bem. Tal como ele, também a amizade nos aquece, mesmo naqueles dias que se fazem mais cinzentos. "Que bom é ter amigos e partilhar as coisas!", diz o pequeninho narrador desta história. "Queres conhecer os seus amigos?"

Fonte: Wook

72356430 2525144957772302 5445433449408102400 o

No próximo dia 15 de outubro, pelas 14.30h, na Biblioteca Municipal será inaugurada uma exposição dedicada à vida das grafonolas intitulada “ A vida do som”.

Desde a primeira tentativa de registo de som feita por Leon Scott, em 1856, até Emílio Berliner, em 1887, muito aconteceu no mundo do som. Nomes como Ch. Cros e Edison deram também um contributo importante na capacidade do Homem em reproduzir o som, mas também em gravá-lo, e dessa forma, perpetuá-lo. É esta história extraordinária que se pretende contar nesta exposição de grafonolas da colecção privada de Joaquim Teixeira. A entrada é livre.