LOGO RBBB

Eventos

RBB nas Redes Sociais

facebook-logo twitter-logo delicious-logo youtube-logo

rb

A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto promoveu, através da Biblioteca Municipal Dr. António Teixeira de Carvalho, o II concurso de ilustração infantil.


A iniciativa, que vai já na sua segunda edição, teve como objetivo sensibilizar o público infantil para o património edificado cabeceirense; valorizar a criatividade e o imaginário infantil e incentivar o desenvolvimento de competências e a prática da expressão artística.


Os vencedores da segunda categoria (3º e 4º anos) deste concurso foram Anastácia Rosolova (1º prémio), Eduarda Mateus (2º prémio), Raquel Maria Lousada (3º prémio), Gustavo Pacheco, João Vieira, Duarte Carvalho, Rui Pedro Andrade Leite, João Lousada e João Fernando Vides de Sousa, todos estes que receberam menções honrosas. À exceção de João Fernando Vides de Sousa, que estuda na Escola Básica de Cavez, os restantes participantes na segunda categoria do concurso de ilustração frequentam o Centro Escolar do Arco de Baúlhe. Estes alunos receberam os prémios e distinções, no dia 13 de junho passado.

O concurso, que se destinou aos alunos do 1º, 2º e 3º ciclos do ensino básico do concelho de Cabeceiras de Basto, contou com a participação de 52 alunos e teve como tema central o património edificado e o património natural de Cabeceiras de Basto.

De acordo com o regulamento do concurso, aos três melhores trabalhos de cada categoria foram atribuídos prémios em material pedagógico didático no valor de 50€, 40€ e 30€, a distribuir pelo primeiro, segundo e terceiro classificados, respetivamente.

No dia 14 de junho, foram entregues os prémios aos vencedores da primeira categoria (1º e 2º anos) do II Concurso de Ilustração Infantil, desta feita aos alunos Lara Costa (1º prémio), Elsa Teixeira Morgado (2º prémio) e Samuel Marques Matos e Eduarda Machado Moura (3º prémio em ex-aequo). Todos alunos do Centro Escolar Padre Dr. Joaquim Santos.

Para além do certificado de participação, os alunos receberam o livro ilustrado ‘Uma Terra Cabeceiras de Basto – Uma Lenda O Basto’, uma obra editada pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto que dá a conhecer aos mais novos a Lenda do Basto, revelando ainda os usos e costumes da época em que os Mouros invadiram a Península Ibérica.

Depois de entregar os prémios aos vencedores do concurso, o presidente da Câmara, Eng. Joaquim Barreto, elogiou a participação dos alunos, desafiando-os a continuar a participar nas iniciativas promovidas pelo Município.

“Através deste concurso conseguimos despertar o interesse dos mais novos sobre o património, levando-os a pintar o seu olhar sobre Cabeceiras de Basto”, evidenciou o edil, felicitando o pelouro da Educação e o Agrupamento de Escolas pelo empenhado envolvimento nesta atividade.

Considerando o Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto e toda a comunidade educativa “um parceiro privilegiado” no desenvolvimento das iniciativas dirigidas à população, Joaquim Barreto disse: “a escola é muito importante e uma escola mais aberta significa que os alunos têm uma aprendizagem mais abrangente e um maior interesse na sociedade”.

Nas suas palavras, a diretora do Agrupamento de Escolas, Dra. Céu Caridade, mostrou-se satisfeita com a adesão dos alunos ao Concurso de Ilustração Infantil, revelando que “é com muita satisfação que o Agrupamento se associa às iniciativas desenvolvidas pelo Município”.

{backbutton}